Placa Clonada ou Adulterada pode cassar sua CNH

 

Receber multa por uma infração praticada por nós já não é nada bom, agora imaginem receber uma quando não foi você que a praticou e além de tudo ainda cassar a sua CNH por atingir o número de pontos permitido!

Isso acontece muito quando se tem placas clonadas ou adulteradas. Vamos entender a diferença?

Placas Adulteradas

Uma placa é considerada adulterada quando tem suas letras ou números modificados por fita isolante. Muito comum na região de São Paulo – Capital, onde alguns motoristas tentam burlar o dia de rodízio.

Trata-se de um caso mais fácil de ser resolvido, pois geralmente a multa vem com a foto do veículo e pode acontecer de você ter uma moto e na foto vir um carro por exemplo.

Placas Clonadas

Este é um caso mais complicado, pois as placas são confeccionadas por quadrilhas e o veículo utilizado é idêntico ao original. Tudo é falsificado, documentos, chassi, placas e lacres.

E o que fazer quando você tem uma placa clonada? Quem for vítima deve solicitar ao Detran uma microfilmagem ou fotograma (no caso de registro por radar) do auto de infração. Caso se confirme a fraude, é fundamental denunciar que existe um veículo “dublê”. Para isso, é preciso preencher o formulário no site e apresentar, em um posto do Detran ou Ciretran, fotos impressas de todos os ângulos do seu veículo, documentos originais, comprovante de residência e escrever uma carta de próprio punho relatando o acontecido.

O Detran colocará em seu sistema uma alerta de suspeita de clonagem, sendo assim, sempre que a placa for vista por radares ou agentes ficará mais fácil sua localização.

Fonte. UOL

 

, , ,